Pneumonias são infecções  pulmonares que podem ser causadas por bacterias, virus ou raramente fungos.

Os principais sintomas de uma pneumonia são febre (normalmente por mais de 2 a 3 dias), tosse produtiva, cansaço  e falta de apetite entre outros. Existem casos atípicos, nos quais podem ocorrer sintomas leves, tosse seca ou até mesmo ausência de febre.

O diagnóstico  são  feito principalmente através  do histórico clínico e do exame físico realizado pelo médico, que normalmente lança mão da radiografia de tórax como ferramenta auxiliar.

Na maioria dos casos o tratamento são feito com antibióticos que podem ser dados por via oral em domicílio ou, nos casos graves que são minoria, por via endovenosa em hospital.

Grande parte dos pacientes responde de maneira satisfatória ao tratamento, sem que ocorram sequelas  ou quaisquer prejuízos futuros.

Alguns casos evoluem com complicações como derrame pleural, empiema ou abcesso pulmonar. Nestas situações, a internação hospitalar é  necessária  e alguns pacientes podem ser submetidos a um procedimento cirúrgico (principalmente a drenagem torácica).

Quando ocorrem pneumonias complicadas ou de repetição, o pediatra ou o pneumologista infantil pode conduzir uma investigação a fim de detectar possí­veis fatores predisponentes á ocorrências destas infecções

Após o tratamento, é importante que a criança retorne com seu pediatra que indicaram  a rotina de seguimento ou qualquer investigações.

 

Pediatra - Pneumologista Infantil - Fábio Pereira Muchão - CRM 100688